Histórico

Histórico
A Associação Catarinense de Professores (ACP) foi fundada em 1952, por um grupo de professores liderado pela professora Aida Gomes Mendonça, primeira presidente da então denominada “Sociedade Recreativa dos Professores”. A primeira reunião realizou-se nas dependências do Grupo Modelo Dias Velho, em 28 de outubro de 1952. Em 20 de novembro de 1956 a Lei nº 1.609 declara a Associação uma entidade de Utilidade Pública e, nesta data, é aprovado o primeiro Estatuto, passando a denominar-se "Associação Cultural e Recreativa dos Professores". A partir de 23 de julho de 1965 passou a denominar-se Associação Catarinense de Professores - ACP. Com o crescimento do número de associados, fez-se necessário fundar Núcleos Regionais, ampliando a atuação da Associação.

A entidade está presente em todo o território catarinense, representada por 25 Núcleos Regionais, que atendem os associados e associadas de todos os municípios. Com uma longa história de conquistas, de agregação e congregação, evoluiu e cresceu, buscou e conseguiu se tornar forte e robusta. Prestando diversos serviços aos seus associados e associadas, que vão de lides jurídicas, planos de saúde, convênios com o comércio em geral,  atividades sociais e culturais a acomodações de lazer.Com sede administrativa instalada em imóvel próprio, no Centro de Florianópolis, a ACP possui duas sedes recreativas e a Hospedagem do Professor - estruturas oferecidas a custos subsidiados aos associados e a seus familiares.

A ACP, ainda conta com uma equipe de profissionais em constante aprendizado para prestar os atendimentos presenciais e a distância aos seus membros. Nosso principal objetivo é garantir e assegurar direitos do magistério, educação pública e de qualidade.

O maior patrimônio da ACP, no entanto, é formado por seus associados, professores do magistério catarinense, intelectuais das mais variadas áreas do conhecimento que representam o principal pilar da Educação de Santa Catarina.
 

 

 

"Educação é investimento"